Culinária

publicidade

Fradinho, carioca ou preto: descubra pra que serve cada feijão

Cada variedade de feijão é indicada para um prato diferente
Foto: Getty Images
 

Sem dúvida, o feijão é uma das leguminosas mais consumidas no Brasil. O ingrediente-símbolo da culinária nacional forma, ao lado do arroz, a base da alimentação de quase todos os brasileiros. O sabor e a aparência podem variar bastante, de acordo com a espécie – branco, rosinha, fradinho, rajado, preto.

O feijão é consumido de norte a sul. Cada região do país tem seu prato típico. Conheça agora 11 tipos de feijão e saiba como aplicá-los na gastronomia.   

Feijão-preto: ingrediente básico da feijoada, é comumente usado na culinária mexicana, em pratos como chili e burritos. Mas, no estado do Rio de Janeiro, ele acompanha o arroz branco de todo dia.

Feijão-carioca: o grão de feijão carioca é bege e apresenta listras marrons. Esta é uma das variedades mais consumidas em todo o país e é ingrediente básico de pratos como o virado à paulista.

Feijão-rosinha: os grãos pequenos e rosados cozinham rapidamente. Por serem macios, absorvem muito bem os temperos. Muito consumido no Mato Grosso, Pará, Goiás e São Paulo. Além disso, é rico em fibras.

Feijão-bolinha: também conhecido como feijão manteiga, o bolinha é bastante aplicado na culinária portuguesa. O grão arredondado, a consistência macia e a coloração esverdeada agradam diversos paladares.  

Feijão-branco: seus grãos grandes proporcionam um caldo cremoso após o cozimento. A variedade é muito utilizada em sopas, saladas e no preparo do cassoulet, uma espécie de feijoada.

Feijão-fradinho: os grãos beges possuem um hilo (também chamado de ‘umbigo’) na cor preta. Conhecido também como feijão de corda ou até mesmo feijão verde (de acordo com o tempo de maturação da colheita), o fradinho é muito utilizado na culinária baiana, no preparo do acarajé.  

Feijão-jalo: os grãos alongados formam um caldo denso e de coloração avermelhada. Bastante consumido em Minas Gerais e na região Centro-Oeste, vai bem como tutu, virados, feijão tropeiro, sopas e até mesmo nas saladas.

Feijão-rajado: os grãos graúdos e rosados possuem pintas mais escuras. O sabor levemente adocicado é indicado para ensopados.

Feijão-mulatinho: com um caldo um pouco mais avermelhado, é um bom acompanhamento e em algumas regiões é usado até na feijoada.

Feijão-azuki: este grãozinho é bastante utilizado na cozinha japonesa, até mesmo no preparo dos doces, como o yopan.

Feijão-roxinho: o grão escuro e avermelhado pode ser usado em diferentes pratos. 

Terra