Chef prova comida do Bom Prato: “melhor do que muito ‘PF’ de padaria”

Danielle Barg

Os chefs de cozinha geralmente são a principal estrela de um restaurante: fazem mágica com a mistura inesperada de ingredientes e, com isso, ficam reconhecidos por suas criações. Mas o que dizer da arte de alimentar cerca de 2.500 mil pessoas por dia e cobrar por isso apenas R$ 1?

O chef Carlos Bertolazzi, proprietário do Zena Caffè e do restaurante Per Paolo, além de apresentador do programa Homens Gourmet, do canal de TV a cabo Bem Simples, topou o convite do Terra para provar o almoço da unidade do Bom Prato de Santo Amaro, na capital paulista, e deu o seu veredicto: “é melhor do que muito ‘PF’ de padaria que é servido por aí”.

Visitamos os bastidores da cozinha da maior unidade do programa, que é subsidiado parte pelo Governo do Estado de São Paulo e parte por instituições sem fins lucrativos. A rotina de uma cozinha que serve em grande escala impressiona pelos números – são toneladas de arroz, feijão, legumes, folhas e frutas que simplesmente se encerram em questão de horas. Conheça algumas particularidades dessa rotina, além da análise gastronômica feita por Bertolazzi.

foto