0

Atala aprova PF e prato 'trash': "cozinheiro não come comida de cliente"

Na lista dos melhores do mundo, o chef Alex Atala fala sobre comidas populares

9 ago 2013
14h37
atualizado às 14h37
  • separator
  • 0
  • comentários

Quando se fala em alta gastronomia, pratos com ovo frito ou macarrão instantâneo parecem coisas fora de cogitação. Mas grande parte dos chefs renomados também tem seu lado ‘trash’ e não abre mão de opções pouco refinadas. Alex Atala não é diferente, confirma: “somos pessoas normais”.

<p>Caldo de feijão, palitinhos de mandioca frita, bolinho de bacalhau, bolinho de arroz, ostras frescas, mini pastéis de carne e empadinha de bobó com camarão fazem parte de opções do menu do Dalva e Dito, um dos restaurantes de Atala</p>
Caldo de feijão, palitinhos de mandioca frita, bolinho de bacalhau, bolinho de arroz, ostras frescas, mini pastéis de carne e empadinha de bobó com camarão fazem parte de opções do menu do Dalva e Dito, um dos restaurantes de Atala
Foto: Divulgação
<p>Chef afirma que gosta de 'PF', macarrão instantâneo e pizza amanhecida</p>
Chef afirma que gosta de 'PF', macarrão instantâneo e pizza amanhecida
Foto: Marcelo Pereira / Terra

Em entrevista ao Terra, ele contou que não tem grandes restrições quando o assunto é comer. “As pessoas têm que lembrar que apesar de tudo o que aconteceu na minha vida, 26 anos de profissão, 8 anos o melhor da América Latina, um dos melhores do mundo, não foi assim a vida inteira. A minha formação primeira é cozinheiro. E cozinheiro não come comida de cliente”, ressaltou.

O chef disse ainda que evita ser crítico quando sai para comer. “Eu cozinho com técnica, como com emoção. Prefiro comer mal com pessoas queridas a comer bem com um chato do meu lado. Então, quando não estou trabalhando, quero viver, não quero voltar para o trabalho. Não quero pegar um sanduíche e ficar analisando tecnicamente como foi preparado. A gente tem que relaxar”, disse.  

<p>Bife à milanesa com salada de batata também está no cardápio do restaurante Dalva e Dito, do chef</p>
Bife à milanesa com salada de batata também está no cardápio do restaurante Dalva e Dito, do chef
Foto: Divulgação

Em São Paulo, sua mais nova “surpresa” fora da alta gastronomia foi o árabe Saj, na Vila Madalena. “Fiquei muito surpreendido quando comi no Saj. Eu sou Atala, né?”, brincou, fazendo referência às suas origens.

Quando o assunto é o famoso “PF” – sigla popular para o Prato Feito – , ele afirmou que aprova e que também come fora do D.O.M, onde serve a opção todos os dias no almoço por R$ 82. “Minha boca é meu principal instrumento de trabalho. Não pode estar fechada a nenhum ingrediente e nenhuma possibilidade”, pontuou.

‘Larica’ na ‘madruga’
Entrevistado do programa Tas ao Vivo, do Terra, na última quarta-feira (07), Alex recebeu dos internautas sugestões de pratos que saciam a ‘larica’ da madrugada. Um deles sugeriu uma improvável mistura de macarrão instantâneo, ovo frito e feijão. “Eu gosto desta receita”, afirmou. “Gostava muito de comer macarrão instantâneo cru. No ‘laricão’ em casa (risos)”, completou.

O chef disse ainda que gosta tanto da mistura de macarrão com feijão que oferece a opção em um de seus dois restaurantes na capital paulista – o Dalva e Dito - que também vem com linguiça e sai por R$ 53.

Alex contou ainda que é fã de ovo frito e de pizza amanhecida. “Toda comida cafajeste, como todo cafajeste, é sedutora”, concluiu. 

&amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;lt;a data-cke-saved-href=&amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;quot;http://culinaria.terra.com.br/infograficos/melhor-restaurante-do-mundo/&amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;quot; href=&amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;quot;http://culinaria.terra.com.br/infograficos/melhor-restaurante-do-mundo/&amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;quot;&amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;gt;El Celler de Can Roca, o melhor restaurante do mundo &amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;lt;/a&amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;gt;

Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade