0

Venda de alimentos com insetos cresce 11%, segundo rede de lojas britânica

22 mai 2013
19h49
atualizado às 19h49
  • separator
  • 0
  • comentários

Um aumento nas vendas de alimentos à base de insetos foi anunciada pela gigante loja de departamentos britânica Selfridges, após a Organização Mundial de Saúde ter sugerido que apelar para a ingestão desses animais poderia ser uma das soluções para a escassez de comida no mundo. Segundo o jornal Daily Mail, o estabelecimento registrou 11% de aumento nas vendas de um "snack" feito de insetos, como grilos ao curry à moda tailandesa, escorpiões cobertos com chocolate amargo e minhocas sabor churrasco.

Foto: Getty Images

Para a OMS, os insetos são excelente fontes de proteína. A Agência de Alimentos e Agricultura da ONU diz que mais de 2 bilhões de pessoas, que correspondem a 30% da população do planeta, já complementaram sua alimentação com insetos na dieta.

Neste cenário, Emma Murphy, compradora da Selfridges, afirmou ao Daily Mail que o sucesso das vendas se dá também por conta do alto nível de proteína nos alimentos. "Os insetos são muito eficientes, não há como negar". Em geral, são necessários 2 kg desses animais considerados "nojentos", principalmente no ocidente, para obter 1 kg de alimentos proteicos para o ser humano. Já de gado, é preciso 8 kg para produzir apenas 1 kg de carne bovina.
 

Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade